O Lula virou ministro e eu tô rindo muito

993

Calma, calma, queridos leitores. O seguinte artigo não sairá de dedos petistas, muito pelo contrário.

Continuando…

O brasileiro deve pensar que há um prisma bem em cima de seu nariz. O que mais distorceria tanto a realidade, não é mesmo? Algo surreal se formou na política, no sentido mais grotesco da palavra. Dali deve ter escrito a nossa constituição.

O PT grava por conta própria todo um filme de comédia que estamos tentando desligar e ainda não conseguimos. O PT roteiriza, dirige, atua e coleta aquele tantinho da Lei Rouanet para a produção.

O roteiro beira o ridículo do cômico. Chega até ser engraçado as vezes. Quem nunca perdeu o fôlego com a Dilma ensaiando seu Stand-up da Mosquita ou da Mulher Sapiens?

A situação política no Brasil também é meio Trash. Um terror mal feito que fica engraçado de tão ruim. Já assistiram O Ataque dos Tomates Assassinos? Então, é por aí. Só que no lugar dos tomates, há uma anta e um sapo cachaceiro. Dá ou não dá um puta filme pro Adam Sandler?

O clímax aconteceu hoje. Um ponto de virada que deixou até o Tarantino de queixo caído, acredito eu. Lula, aquele que começou a história de um jeito que encantava os mais duros corações, um pobre proleta que perdera o mindinho, virou líder sindical e enxugou as lágrimas dos mais pobres para virar o eterno salvador da pátria . QUANDO DE REPENTE, DE REPENTE, o jogo virou. Delcídio, Laerte Feghali, absolutamente todos os seus amigos, os apunhalaram pelas costas. Pobre coitado do nosso antigo herói, hoje vilão. Oh, céus, e agora? Quem poderá defendê-lo das garras do Todo Poderoso Morão?

Ela, a que veste vermelho igual o Chapolin e é tão tonta quanto: Dilmãe! Ela mesmo. A vossa majestade deu de presente um ministério para o senhor Luis Inácio Lula da Silva, onde o mesmo ganha seu foro privilegiado podendo ser julgado pelos seus parças do STF, 9 dos 11, foram escalados por ele e sua amiga Dilma. Mais dois, o time fica completo.

Mas o que há de engraçado nisso, vocês desesperadamente estão se perguntando, não é? Eu sei que sim.

O engraçado é que o público parou de dormir na sessão do filme. Estão todos acordados, prontos para destruir o projetor. Pipocas voam de monte. Gritarias, revoltas, nada mais assusta o público. Público esse que não consegue mais ver tanta desgraça de boca fechada. Está na hora do leão atacar o imperador também.

O espetáculo petista está nos créditos finais. E este vai ser o fim para todos vocês.