Como o capitalismo mudou o mundo.

7.313

Vamos tocar num assunto que muitos odeiam. e para começar uma frase do ex-presidente Fernando Henrique , socialista fabiano de carteirinha:

“(…)não se esqueça também do seguinte: o Brasil não gosta do sistema capitalista. Os congressistas não gostam do capitalismo, os jornalistas não gostam do capitalismo, os universitários não gostam do capitalismo. (…)
Fernando Henrique Cardoso  -A Arte da Política: A História que Vivi – pág. 428.

Mas porque tanto ódio?
O Brasileiro, apesar de praticar o capitalismo todos dias, vive falando muito mal dele, pelo simples motivo de não entender nada de capitalismo.

Antes de falar sobre capitalismo é preciso entender o que é um modelo econômico.
Modelo econômico é a base da economia e com eles podemos criar sistemas econômicos e no capitalismo existem muitos.

O modelo anterior ao capitalismo era o Mercantilismo que usava como lastro para o valor da moeda, o ouro.
Por um motivo óbvio, em pouco tempo tinha-se criado mais riqueza do que tinha de ouro e o sistema ruiu.

Quando o capitalismo surgiu na revolução industrial mais de 99%  do mundo era miserável, e a expectativa de vida no máximo de de 40 anos e a população mundial não chegava  a 1 bilhão de pessoas.
A maioria das pessoas estavam nos campos, e com a criação de equipamentos como semeadeiras mecânicas, as pessoas migraram para as cidades fornecendo mão de obra para fábricas. Com isso mais pessoas tiveram acesso a educação, remédios e começaram a criar novas tecnologias, coisa que só era permitida a poucas pessoas na época como nobres ou membros do clero. Em pouco tempo a indústria se espalhou e tomou o mundo. Em 200 anos conseguimos fazer o que não fizemos em 10.000!
Hoje, segundo dados atuais do banco mundial, a pobreza extrema passo de 99% para 9,7% e de uma população de 1 bilhão para 7 bilhões, com 75 anos de expectativa de vida.
Abaixo o gráfico da explosão populacional depois da revolução industrial:
ProjecaoHistoricaPopulacaoMundial (1)Dizer que essa explosão é culpa apenas da tecnologia é uma grande mentira.
O Vídeo a seguir, mostra como foi a evolução depois da revolução industrial e começo do capitalismo e o quanto Evoluímos:

A tecnologia só avança rapidamente devido ao mercado e apenas pelo mercado.

O Implacável mercado.

Se alguém precisa de um produto ele será criado. E quando ninguém mais quiser. Ele será descontinuado, é um processo simples.

Se estivermos em guerra por exemplo, serão produzidas armas, comida enlatada, comunicação e  avanços na medicina, pois existirá uma demanda grande nesses setores e muito capital será aplicado nos mesmos. No fim das guerras surgirão demandas de construção civil e educação para renovar os profissionais que foram perdidos na guerra.

Lendo o texto acima, é óbvio que você vai achar o mercado maligno, que deseja apenas lucrar em cima de desgraças. Mas coloque uma coisa dentro da cabeça:

“O Mercado não bom nem ruim , ele atende demandas. Não é uma entidade que segue moral ou ética, e sim uma ferramenta para atender necessidades , onde houver demanda haverá oferta.”

Quem deve se guiar pela moral é o indivíduo. Esse, é um dos problemas daqueles que criticam esse modelo econômico. Até porque o modelo permite diversos sistemas, de resultados variados , como o capital de estado (Altamente regulado pelo estado), o Corporativismo(Compadrio), etc.

Meios de produção e Capital

O Velho judeu alemão Marx, um dos autores mais comentados no mundo, afirmava em seus livros, que o Capitalismo era ligado aos donos dos meios de produção de bens, nada mais óbvio para alguém que estava vendo fábricas surgindo por todos lados, e observou que a maior parte dessas fábricas pertencia ao antigos comerciantes, os chamados por ele de Burgueses. Mesmo com as criticas Marx não negou o avanço que o modelo econômico gerou em pouco tempo.

“a burguesia, em seu reinado de apenas um século, gerou um poder de produção mais massivo e colossal do que todas as gerações anteriores reunidas”
Marx, Karl- O Manifesto Comunista 1948/pág. 473

O problema que ele não contava que o uma das maiores vantagens do capitalismo é  justamente a criação de riquezas, talvez fosse difícil para ele ver a diferença onde ainda existia o mercantilismo, muitos países controlavam a moeda e a aristocracia ainda dominava muitos territórios. Mas isso foi uma questão de tempo, em pouco tempo as tecnologias se tornaram baratas e saíram de fábricas para garagens, e galpões menores, o capital agora não mais ligado ao ouro, podia ser medido de outras formas como o capital humano (Capital Intelectual, Social ,ETC.) , e não foi mais possível ligar o capitalismo ao meio de produção, como Marx tentou fazer em seus livros.

O capital Intelectual por exemplo diz respeito ao valor gerado pelo conhecimento do indivíduo , já o capital Social remete ao a habilidade social, relativa à comunicação, contatos, seguidores, etc. Também conhecida como “network”. Hoje o capital social é muito usado na divulgação de marcas na forma do marketing.
Um Youtuber  ou Twitter, que possua um numero grande de seguidores consegue muitos patrocínios pois atinge um numero grande pessoas em suas postagens.

Efeitos colaterais.

Outra critica, são os danos ao meio ambiente, que estão cada vez menores. Várias invenções estão sendo criadas para recuperação do ambiente , como indústrias menos poluentes, embalagens biodegradáveis, alimentos que precisam de menos espaço e tempo para produzir. Até um dos problemas mais discutidos, como o efeito estufa causado pela emissão de CO² está prestes a ser resolvido pelo capitalismo:

A empresa de engenharia de carbono fundada e mantida por Bill Gates iniciou a construção do primeiro dispositivo de captura de gás carbônico liberado no meio ambiente. Durante anos, a empresa tem trabalhado no desenvolvimento da tecnologia que está agora pronta para ser implementada em maior escala.

Tal como as árvores, a tecnologia de captura de ar prende o gás carbônico que polui os ares. No entanto, economiza muito espaço.

Para fazer o mesmo trabalho que estes dispositivos, seriam necessários quilômetros e mais quilômetros de terra fértil para o plantio de árvores. Além disso, a nova tecnologia poderá ser instalada em terras improdutivas, tais como desertos.

Segundo David Keith, professor da Escola de Engenharia da Universidade de Harvard (EUA) e presidente executivo da empresa de engenharia de carbono de Bill Gates, o sistema protótipo construído na Universidade British Columbia pode absorver as emissões de cerca de 14 a 15 veículos ou cerca de 100 quilos de dióxido de carbono por dia.

https://www.youtube.com/watch?v=GkEAA7VnyhE

O desmatamento também não ficou de fora. O reflorestamento por drones segundo a BioCarbon Engine, o uso de drones seria mais eficiente e preciso que os métodos tradicionais adotados no mercado, como o plantio manual de árvores (“lento e caro”) e a distribuição de sementes secas por via aérea (“de baixas taxas de fixação”), podendo plantar 1 bilhão de arvores por ano.
Site:
http://www.biocarbonengineering.com/
Vídeo do projeto:

Ao contrário do que dizem os críticos do Modelo, o capitalismo é Inclusivo, traz riqueza e progresso. Provado com dados históricos e exemplos práticos. E mesmo apresentando alguns defeitos ainda é o modelo mais eficiente criado pelo homem. A previsão do banco Mundial é o fim da pobreza extrema em 2030, causando lágrimas em alguns adeptos de uma ideologia que prometeu a mesma coisa porém nunca saiu do papel.

Fontes:
http://www.worldbank.org/pt/country/brazil
http://www.fao.org/brasil/pt/