Olhar Atual

Esquerda X Ciência

O próprio Darwin, em sua época, era incapaz de ficar livre dos erros teóricos dos quais ele era culpado. Foram os clássicos do marxismo que revelaram esses erros e os apontou.”

Lysenko, Trofim.

É comum Neo-ateus de esquerda colocarem toda a culpa do mundo na religião. E como todo o atraso científico se deu através da Ciência X Religião.

O que não dizem é que a culpa é muito mais do fanatismo cego do que da religião em si. Posso citar diversos religiosos cientistas que mudaram o mundo usando a ciência assim como posso citar os males que os que eram fanáticos faziam. A diferencia entre um ideologista e um religioso é justamente a noção do que é dogma e fé e o que é ciência. Já o fanático religioso e o ideologista fanático não têm essa noção e ambos vão lutar até o final para provar ou criar o tipo de mundo que eles acham ideal, nem que tenham que negar ou distorcer a realidade para todos.

Um exemplo clássico do que uma ideologia levada ao limite pode causar na sociedade é o caso do Agro-biologista Trofim Denisovich Lysenko da finada União Soviética.
Lysenko levou literalmente a ideologia marxista (Conflito de Classes) a níveis bizarros dizendo que a genética tinha sido inventada pelos cientistas, pela burguesia e pela indústria de sementes capitalista. O pensamento alinhado com o sistema de Lysenko rapidamente fez ele subir na carreira dando a ele a liderança do instituto soviético de genética em 1940. A crença de Lysenko é que o ambiente forjava seres melhores, que era um dos lemas da ideologia usando os estudos onde percebeu que algumas plantas quando expostas ao frio ou a seca geram mais flores e sementes. Apesar disso realmente acontecer e o processo existir( Invernização), Lysenko acreditava que esse benefício era levado para as futuras gerações e não que era uma característica da planta. Como qualquer fanático, Lysenko mandou os cientistas que acreditavam em Evolução ou na genética burguesa para o “Gulag”. E abandonou os testes e cruzamentos entre espécies e adotou apenas seu método, apelidado posteriormente de “Lysenkoismo”. O Lysenkoismo substituiu a ciência vigente e todos os cientistas golpistas que pensassem diferente eram perseguidos. O resultado foram décadas de atraso em genética, uma perda enorme de plantações que fez com que a grande e orgulhosa União Soviética fosse obrigada a comprar trigo dos “inimigos” EUA para não morrer de fome.
O “Câncer” do Lysenkoismo atingiu vários países e escolas causando um dano inconcebível na ciência. Além de perseguidos, com a autorização de Stalin foram mortos alguns cientistas famosos da época como Isaak Agol, Solomon Levit, Grigorii Levitskii, Georgii Karpechenko e Georgii Nadson, nem o presidente da Academia de Agricultura Nikolai Vavilov, escapou, foi pro Gulag em 1940 e morreu lá em 1943. No total 3.000 cientistas foram presos perseguidos ou mortos em nome da Ideologia. O ápice foi em 1948 quando a genética foi oficialmente chamada de “PSEUDOCIÊNCIA BURGUESA“.

Para maiores informações sugiro ler o  livro The Perversion Of Knowledge: The True Story Of Soviet Science de Vadim J. Birstein. O livro infelizmente não está disponível em português, mas muita informações podem ser conferidas em artigos científicos criticando o que aconteceu na época. O Vexame foi tão grande que as fraudes em pesquisas científicas a manipulação ou a distorção do processo científico, como uma maneira de se chegar a uma conclusão predeterminada em conformidade com um viés ideológico, geralmente relacionada a objetivos políticos ou sociais também é chamada de Lysenkoismo.

Apesar da propaganda vermelha apelar muito para as conquistas tecnológicas durante o período soviético, os cientistas sofreram muita censura e perseguição, chegando até a serem presos ou até mesmo mortos por criarem pesquisas que não fossem alinhadas com o pensamento ideológico do Partido Comunista. Algumas áreas eram tratadas como burguesas/Fascistas e logo depois extintas pelos meios de controle do Partido.

Andrey Gonçalves

37 anos, Analista de Sistemas, Instrutor.
Segue a ideologia Liberal (Econômica e individual)
Administrador do grupo Vamos debater política.
Podcaster do programa Regional Bem vindo a Santos.
Youtuber do Canal Liberdrops.