Análise Poética de “À Distância…”

0

‘Eu só queria lhe dizer que eu, tentei deixar de amar, não consegui…’

À Distância…
Roberto Carlos; Eramos Carlos

Nunca mais você ouviu falar de mim/Mas eu continuei a ter você/ Em toda esta saudade que ficou…/ Tanto tempo já passou e eu não te esqueci.

À Distância se encaixa em várias histórias. Abandono, fim de caso, etc… Fica difícil saber… Mas por algum desses (ou outros) motivos, o casal está separado. A muito tempo. Ele continua alimentando essa paixão. Ou a paixão não vai embora, porque o coração sente que não tinha de terminar assim…

Refrão:
Quantas vezes eu pensei voltar/ E dizer que o meu amor nada mudou/ Mas o meu silêncio foi maior/ E na distância morro/ Todo dia sem você saber.

Ele já pensou em ir atrás dela, dizer tudo o que seu coração, que está quase explodindo, quer dizer. Mas o medo de mais um não é maior, e ficar à distância fica cada vez mais mortal…

O que restou do nosso amor ficou/ No tempo, esquecido por você…/ Vivendo do que fomos ainda estou/ Tanta coisa já mudou, só eu não te esqueci.

Ele fala que ela se esqueceu de tudo: dos momentos de amor e prazer dos dois. Ele vive do passado cheio de felicidade. Mas ele olha em volta e vê quanto o seu mundo mudou… E não esqueceu

Refrão

Eu só queria lhe dizer que eu/ Tentei deixar de amar, não consegui/ Se alguma vez você pensar em mim/ Não se esqueça de lembrar/ Que eu nunca te esqueci

Ele dá o último suspiro. Ele fez de tudo pra esquecer, mas não dá… E pede um último consolo: que ela quando lembrar dele, recorde que ele ainda a ama…