Janaína Paschoal é da esquerda!

2.285

Escrevo este artigo porque muita gente na direita fica “cantando louros” em relação a essa mulher: Janaína Paschoal. Mas ontem a noite, o Alexandre Seltz divulgou em seu canal, um vídeo da Janaína afirmando ser de esquerda! O vídeo teve comentários do Alexandre, daquele jeito bem peculiar dele, emocionado, dizendo que está perdendo as esperanças, que não tem pra onde correr!
Pois é!

https://www.youtube.com/watch?v=QtKKVbOTzIY

Isso me lembra imediatamente do Olavo de Carvalho! Desde quando essa mulher surgiu, ele vinha alertando! Como sempre, muita gente veio com papo de “pessimismo”, teoria da conspiração, “Olavo é vaidoso e quer derrubar todo mundo que aparece, etc…”
Até mesmo quem o apoiou em outras “tretas” como dizem por aí, dessa vez escrevia indignado: “Não, dessa vez ele errou feio! Como pode?”
Acredito que eu vou me cansar de ver, até o fim dos dias do velho, as pessoas escreverem: “Olavo tem razão!”
OLAVO TEM RAZÃO! Quando vão aprender?
Foi o que aconteceu ontem a noite, uma enxurrada de gente escrevendo isso e aí o Olavo lembrou que Janaína, lá em 2015, no início desse processo todo, declarou que até buscou ajuda da direita mas só havia encontrado pessoas a favor da ditadura, de torturas entre outras coisas horrendas! Como é que é?

olavojana
Ela mente de forma descarada! No que ela difere de uma Dilma? De um “Carbozo”?

carbozo
Disse ainda que por isso buscou ajuda entre outros esquerdistas, provavelmente se referindo ao Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT.

janaina-paschoal-e-helio-bicudo
Portanto, como dizia o Olavo, é aquela velha história de “briga administrativa” de esquerda contra esquerda, dos esquerdistas do PT por exemplo contra a esquerda fabiana da social democracia tucana. A esquerda querendo se limpar nela mesma, porque vendo esta ruir, precisavam de “uma nova”, com “upgrade”, “atualizada”.
Estudem isso por favor! É praticamente o modus operandi da esquerda mundial, um padrão!
Com tudo isso quero dizer que não se deve mais apoiar a Janaína? Mas é claro que não! “Inimigo” em comum! Só que também não devemos encará-la como salvadora da pátria ou uma Joana D’Arc brasileira!

janafa

Don “Esquerdini”:

michael

No segundo filme da trilogia do Poderoso Chefão, o novo “Don” Michael Corleone, pede “ajuda” à um Senador americano em relação aos seus negócios.
O Senador tenta humilhar Michael, dizendo odiar os imigrantes italianos e seus negócios escusos.
Michael impassível declara: Todos nós fazemos parte da mesma hipocrisia Senador!
É exatamente o que uma Janaína Paschoal poderia dizer olhando nos olhos de um Carbozo, ante os impropérios e falas teatrais deste. O inverso também seria verdadeiro, assim como uma Dilma poderia dizer isso para um “Manécio das Neves” e o Manécio para a Dilma!
Infelizmente este é o estado atual da nossa república! Contamos com um “vilãozinho menor” para destruir um maior, mas TODOS fazem parte da mesma hipocrisia da esquerda!

Jason Bourne (contém spoilers)

bourne

Outro filme que me vêm a mente, este mais recente, são os filmes da série do Jason Bourne.
O filme é acusado de ser uma propaganda esquerdista, anti-americanista, mas no que isso importa, se sabemos que a esquerda sempre se explica mas para isso imputando as coisas horríveis que faz nos outros? Como na famigerada frase atribuída a Lênin? Chame-os do que você é, acuse-os do que você faz!
Nos filmes, vemos que o governo havia criado uma agência de “supersoldados” ou “superespiões” que é um tanto quanto desumana em relação aos seus agentes. Essa divisão governamental, a primeira, sendo o Bourne o primeiro agente, chamava-se Treadstone.
Quando a história começou a vazar na mídia e as coisas começaram a sair errado (Bourne perde a memória e deserta), eles precisavam destruir a agência. Para isso tinham que eliminar (matar) todos os agentes envolvidos, de cima a baixo, seja em campo ou na parte operacional, para abafar o caso, dar ares de lenda, de boato, como se nunca houvesse existido.
Só que quando conseguiam seu intento, reativavam essa divisão, corrigindo os erros, melhorando-a e atribuindo outro nome, como se fosse outra coisa completamente diferente. A nova divisão chamava-se Blackbriar, foi introduzido o agente Aaron na história (dando mais detalhes sobre esses bastidores políticos).
A história culmina nesse filme de 2016, o último que saiu com o nome completo do personagem (o que acreditávamos ser o nome dele então), e vimos que essa “agência”/divisão, mudou de nome, foi desfeita e se reinventou umas 7 ou 8 vezes não me recordo, acho que a última de nome “Mãos de Ferro”. Um dos poucos empecilhos que possuíam era seu primeiro agente desertor, o Bourne, porque eles “precisavam” eliminar todos os agentes de fases anteriores para que estes não comprometessem seus planos.
Termina o filme com a cúpula desta última divisão sendo destruída pelo personagem principal, e fica no ar, uma novo ressurgir dessa agência sob os comandos de uma jovem tão inescrupulosa quanto seus antecessores, mas com um ar de modernidade, de superação de métodos retrógrados e ultrapassados, de ideologia iluminada, sem perceber que era assim que os outros “chefões” da agência pensavam/acreditavam!
Alguma semelhança com o comunismo? Com o que o professor Olavo ensinou aos seus alunos/leitores, sobre o modus operandi do comunismo/esquerda no mundo?
Da “esquerda se limpando na própria esquerda” para continuar realizando seus atos deploráveis?
Do “deturparam o comunismo e cometeram erros” para iniciar “um novo comunismo, o verdadeiro comunismo” só para fazer um governo mais sangrento, como a história nos ensina?
Tal é o que está acontecendo na nossa república! Todos os lados condenando a direita, para a esquerda brigar entre si, uma “velha” contra uma “nova, mais humana, mais boazinha e mais ética”!

Perceberam que vale tudo para a esquerda se limpar nela mesma?
Até chamar a “velha esquerda” ou a que se quer destruir, em “direita”!
Isso mesmo! Quem nunca ouviu alguém dizer que o PT ultimamente está mais para a direita?
O tal jornalista Tognolli da Jovem Pan, adora soltar uma dessas, por exemplo.
Mas só podemos votar na esquerda? Se “uma esquerda” sai, a gente tem que votar na próxima?
Pois é exatamente assim que eles pensam! Que a direita se exploda! Que não exista!
Para isso faz-se necessário construir também uma “falsa direita” como o PSDB, social democrata, que nada mais é que a esquerda do socialismo fabiano, imputar-lhes a pecha de direita, e quando a verdadeira direita falar, imputamo-lhes a pecha de “extrema direita”. É claro que o público tem que estar devidamente preparado (e no Brasil está), através de nossos “professores agentes”, grande mídia, para conceber que existam moderados e extremistas e que o extremismo é sempre ruim! Claro que se a massa quiser pender para algum extremismo de bom grado, que seja para a esquerda! Por isso precisa-se de um partido aparentemente “moderado” na esquerda (PT) e seus satélites ou “linha auxiliar” como o PSOL, PC do B, que são tolerados e que falarão sobre o verdadeiro comunismo, esquerda. Já a “extrema” da direita, deve ser destruída para todo o sempre, sempre com urgência. É o caso do Bolsonaro que está com o nome expressamente escrito no caderno de teses do PT, como sujeito a ser destruído.

bolsonaro

Espero que fique claro que a esquerda mundial segue padrões, tem um modus operandi definido!
Ela é extremamente organizada, mas diz que a direita que o é!
Como sabemos a direita é um aglomerado de pessoas que até podem conversar entre si por objetivos comuns, mas nunca age em conjunto para atingir esses objetivos.
Já a esquerda, sempre age em bloco, conjuntos, fomenta coletivos, sindicatos, agremiações.
As únicas pessoas desorganizadas da esquerda, que não sabem pra onde vão, são os militantes de base, os chamados “idiotas úteis”. A alta cúpula ao contrário, sempre sabe o que faz, para onde está indo, como agir nas esferas sociais, psicológicas, políticas, entre outros.

marionetes

por Frederico Yamada