Sem coragem para viajar? Leia isto!

Sem coragem para viajar? Leia isto!

como vencer seu medo de sair por aí

580
Compartilhar

Muitos vêm me perguntar sobre dois temas preponderantes: como financiar a viagem e como conseguir a coragem para ir. O primeiro deixarei para um próximo post. Tomaremos o segundo tema como o principal.

Sinto-me perito no assunto, uma autoridade. Isso porque, veja bem, eu tive medo de verdade antes das minhas viagens. Estive em duas grandes viagens de aproximadamente 1 ano cada e em pelo menos mais outras 20 com duração entre 1 a 5 meses. Em todas elas, senti medo e apreensão, mas nas duas mais longas, a sensação de medo e desespero foi bem maior, sem qualquer sombra de dúvida.

A primeira atitude foi me informar. Li a respeito de outras viagens, conversei com viajantes, li livros sobre o assunto. Mas em nenhuma fonte vi essa abordagem. Será que só eu sentia medo de viajar? Outros pareciam tão seguros, e nem comentavam sobre o medo ao voltarem… O que havia para sentir tanto medo?

Em longas pesquisas pela internet, vi que de fato, o medo é mais comum do que eu pensava. O medo do desconhecido. O medo de sentir saudade, de ficar sem dinheiro, do tédio, DE SAIR DA ZONA DE CONFORTO. É comum ao ser humano sentir medo do desconhecido, forjando situações hipotéticas e pessimistas que têm chance perto de zero de acontecerem. Mas como se bem sabe, nada acontece na zona de conforto… No meu caso, o medo sempre esteve presente, mas houve um dado momento que ele foi suprimido: o momento em que eu percebi que teria mais medo da minha vida ser chata, viver a rotina que tanto me fazia mal do que fazer as malas e sair por aí.

Então vão algumas dicas e frases que ajudaram-me nessas empreitadas.

1- Qual seria seu maior medo? Arriscar-se em uma viagem longa, ou ficar anos na mesma rotina, sem novidades, no mesmo emprego chato e vendo as mesmas pessoas?

2-Seus medos são realmente fundamentados? Ou seja, você vai para alguma zona de guerra ou apenas um país turístico?

3-Relaxe, as pessoas costumam abrir a guarda para viajantes. Converse com locais, recepcionistas, guias, colegas do mesmo lugar de hospedagem.

4-Informe-se! Sempre tenha informações de onde dormir, o que fazer, lugares a evitar e alguma coisa sobre leis.

5-Leve sempre uma quantia de dinheiro, essa é a língua universal caso algo dê errado.

6-aprenda algo sobre cuidados médicos, principalmente para lugares de risco endêmico ou animais peçonhentos

7-Você jamais vai se arrepender de uma viagem! Não conheço ninguém que não tenha aprendido algo ou vivido alguma experiência positiva em viagens.

8-Viagens somente engrandecem o ser humano. Em termos de evolução e aprendizado, um ano viajando equivale a cinco anos vivendo no mesmo local.

9-Conhecer outras culturas vai fazer com que você seja mais crítico, mais objetivo e mais tolerante com as diferenças humanas. Há um grande aumento de sabedoria e paz interior.

10- Relaxe, aproveite o momento, tire fotos mentais das paisagens diferentes das que você conhece, observe fauna, flora, novas culturas, as diferenças dos povos. Viva histórias. Quando você envelhecer, basicamente terá as viagens marcadas em sua memória de forma mais consistente do que as outras vivências. Ou você se imagina arrependido de não ter trabalhado tanto?