Análise Poética de “Amigo”

Não preciso nem dizer tudo isso que eu lhe digo. Mas é muito bom saber que eu tenho um grande amigo…

Amigo
Roberto Carlos; Erasmo Carlos

Você meu amigo de fé, meu irmão camarada/ Amigo de tantos caminhos e tantas jornadas/ Cabeça de homem mas o coração de menino/ Aquele que está do meu lado em qualquer caminhada

A amizade é uma das coisas mas importantes para o ser humano. Amigo consegue trasmitir tudo o que existe em uma grande amizade. A verdadeira irmandade, as vezes mais forte que a de sangue mesmo. Roberto retrata Erasmo como ele realmente é e como todo amigo deve ser: ter a responsabilidade de um homem feito, com a pureza do coração de uma criança. Aquele que não importa a circunstância, esta para andar lado a lado, ombro a ombro, com sorrisos e com lágrimas.

Me lembro de todas as lutas, meu bom companheiro/ Você tantas vezes provou que é um grande guerreiro/ O seu coração é uma casa de portas abertas/ Amigo você é o mais certo das horas incertas

Dizem que conheçemos os amigos quando estamos nos momentos de dificuldade. Roberto fez questão de não só falar disso, mas de falar da grande superação de Erasmo. Aqui (talvez sem querer) a música acaba ganhando um sentido que foi mais explorado nos países que falam espanhol: o Amigo também pode ser Jesus Cristo, que é o grande amigo de todos nós. O mais certo nas horas incertas.

Às vezes em certos momentos difíceis da vida/ Em que precisamos de alguém pra ajudar na saída/ A sua palavra de força, de fé e de carinho/ Me dá a certeza de que eu nunca estive sozinho/

As vezes uma palavra, um pequeno incentivo, vale mais que qualquer outra coisa. Nos momentos de dor é que podemos ver o que essas palavras conseguem nos confortar. E nos fazem sentir mais forte para lutar, e saber que não estamos sozinhos (criando mais uma analogia com Jesus Cristo e Deus)

Você meu amigo de fé, meu irmão camarada/ Sorriso e abraço festivo da minha chegada/ Você que me diz as verdades com frases abertas/ Amigo você é o mais certo das horas incertas

Amizade é feita também de sinceridade. As vezes é preciso dizer a verdade para o bem do amigo. E com Roberto e Erasmo, essas verdades são frases abertas, sem medo da reação do outro. Mas aqui Roberto também fala de como é bom encontrar com Erasmo nos momentos de felicidade, pois ele é ‘Sorriso e abraço festivo da minha chegada’…

Não preciso nem dizer/ Tudo isso que eu lhe digo/ Mas é muito bom saber/ Que você é meu amigo/ Não preciso nem dizer/ Tudo isso que eu lhe digo/ Mas é muito bom saber/ Que eu tenho um grande amigo

E verdade. Quando Roberto mostrou essa música no apartamento do Erasmo em Ipanema, o Tremendão sabia que ele não precisava dizer uma palavra de tudo o que ele tinha dito. Ele já sabia de tudo. E chorou como uma forma de mostrar o quanto Roberto era, e ainda é, tão importante pra ele. Que ele também queria que RC soubesse que ele também era um grande amigo.

Uma amizade é assim, uma via de mão dupla, onde não é importante a quantidade de afeto, mas apenas a existência dele nos dois lados.