5 Motivos pelos quais as fanfics deveriam ser criminalizadas

5 Motivos pelos quais as fanfics deveriam ser criminalizadas

562
Compartilhar

imageAntes de mais nada, uma explicação para quem não está familiarizado com o termo. Fanfic é o nome dado para narrativas ficcionais criadas por fãs de certos livros, séries, filmes, etc. Por exemplo: a pessoa gosta tanto da saga “O Senhor dos Anéis” que resolve escrever um episódio com os mesmos personagens, tentando parecer ao máximo um texto escrito por Tolkien. Alguns fazem isso muito mal e outros muito bem, chegando até a ter um bom número de leitores.

imageObviamente não é desse tipo de fanfic que nos referimos. Nos últimos tempos tem surgido na mídia, particularmente nas redes sociais e blogs, narrativas falsas que tentam parecer verdadeiras e com conteúdo de denúncia. São as fanfics de esquerda. Existem fanfics de direita? Sim, geralmente irônicas, imitando os exageros das fanfics de esquerda e com finais absurdos justamente para alertar sobre seu conteúdo falso. A diferença é que nunca uma fanfic de direita é tomada como verdadeira, mas as fanfics de esquerda geralmente saem do universo da fantasia para ganhar ares de denúncia.

Recentemente temos uma típica fanfic de esquerda sendo divulgada por todos os sites de tendência esquerdista e até por grandes sites de notícias. Ela tem toda a estrutura típica de uma fanfic, mas aparentemente ninguém notou isso, ou não quis notar, e está divulgando como verdade. Por isso, é importante ressaltar alguns pontos em comum.

image– A fanfic é quase sempre na primeira pessoa. Alguém passou por uma experiência e resolveu divulgá-la nas redes sociais.

– Coincidentemente, ela sempre denuncia algo que faz parte da agenda de esquerda. Homofobia, transfobia, opressão da mulher, cultura do estupro, racismo. Você nunca verá uma fanfic dizendo “um dia estava indo para o ponto de ônibus para trabalhar e fui assaltado por um menor”, mas verá uma narrativa de uma pessoa que teve medo de um menor abandonado, mas ele a ajudou como se fosse um escoteiro e a pessoa teve que engolir seu preconceito, a pivetofobia.

image– A criança!! Sempre tem uma criança. Na verdade, os autores de fanfic estão aprendendo e já existem novas estórias sem crianças, mas no começo sempre tinha uma criança de menos de 8 anos com um comportamento incompatível com sua idade. Comentários sobre igualdade, tolerância, etc são feitos por crianças que ainda urinam na cama depois de assistir Bambi.

image– O opressor! Sempre tem um opressor. E ele nunca será um negro gay e pobre, pode ficar tranquilo. Sempre será um branco, rico ou classe média e “heteronormativo”.

– Moral final. No final, o opressor é humilhado publicamente, geralmente pela criança, e todos os presentes ficam do lado do oprimido.

imageAs fanfics de esquerda são divulgadas por pessoas que compartilham dos mesmos ideais de quem escreveu ou por algum desavisado, que acha interessante. A mentira tende a se ampliar quando pessoas ainda mais irresponsáveis que o autor, afirmam terem presenciado a cena. Um exemplo disso foi a clássica fanfic do pai machista. Vamos a ela.

imageimageUma pessoa relatava ter assistido à seguinte cena no metrô. Um pai mandou, em voz alta, seu filho, obviamente de 8 anos, descruzar as pernas e “sentar como homem” e, logo em seguida, todos os homens cruzaram as pernas. Essa fanfic foi muito compartilhada e várias pessoas afirmaram ter estado presente nessa cena e ainda acrescentavam “foi lindo!”. Alguns dias depois, o autor do texto, veio a público afirmar que o texto era ficcional e que faria parte de um “projeto” dele. Ou seja, as “testemunhas” mentiram descaradamente…

imagePorém, com o tempo, as fanfics deixaram de ser simples estorinhas de superação diante de uma discriminação, para se transformar em denúncia de crimes. Mulheres afirmando terem sido estupradas ou abusadas. Um dos grandes indicativos de que se trata de uma fanfic é que a pessoa não procura polícia, advogado, entidade de defesa dos direitos humanos, mas sim uma rede social onde posta sua denúncia. Há algum tempo, se transformou em piada, o caso da moça que postou uma foto de restos de um suposto esperma em sua roupa, constatado em casa, após andar de ônibus. Qualquer pessoa que conheça as características físicas do sêmen humano sabe que ele não fica com aquele aspecto por muito tempo. Era impossível do ponto de vista científico.

imageAgora, por que deveríamos criminalizar esse tipo de fanfic?

1 – Comunicação falsa de crime, é crime
Do mesmo modo como uma pessoa fingir que foi sequestrada é crime, fingir que foi molestada, estuprada e até mesmo discriminada, também deveria ser. Lembremos que, a cada dia, mais leis contra discriminação estão sendo criadas. Uma pessoa pode realmente ser presa por isso. Então, quem denuncia falsamente também tem que responder criminalmente.

image2 – Cria uma expectativa negativa
Se uma mulher acreditar que não pode andar de ônibus que um tarado irá ejacular em sua saia, ela pode desenvolver um medo excessivo de sair de casa, podendo chegar até à fobia social. Pior. Um político pode apresentar um projeto de lei criando vagões segregados porque “todo homem é um assediador”.

image3 – A fanfic é usada como parte de uma agenda política
Ninguém que compartilha essas fanfics pede que a polícia investigue o caso. As exigências são sempre coletivas, como criação de leis contra algo ou alguém ou boicotes. Uma fanfic sobre alguém que foi estuprada é usada para justificar que existe uma “cultura do estupro” na sociedade, nunca para se identificar e prender o estuprador.

4 – As fanfics estão passando a acusar pessoas específicas
Se antes, a estória falsa envolvia pessoas desconhecidas em locais inexatos, nos últimos tempos surgiram fanfics de pessoas querendo denunciar uma pessoa ou um estabelecimento em particular, porém com interesses escusos. Nos links abaixo, quatro exemplos.
http://institutolibertare.com.br/video-desmascara-falsa-denuncia-de-assedio-criada-por-feminista-em-bar/

http://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2016/06/ex-nao-segurou-jovem-que-afirma-ter-sido-arrastada-com-carro-diz-policia.html

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2016/06/youtuber-bateu-telefone-na-propria-cabeca-para-forjar-agressao-diz-policial.html

http://www.modoespartano.com.br/2016/06/e-mais-uma-fanfic-de-esquerda-foi-longe.html

5 – A fanfic desrespeita os casos reais
O que ocorre se, com uma certa frequência, as pessoas descobrirem que uma denúncia é falsa? Denúncias verdadeiras tendem a ser motivo de desconfiança. É a velha história do menino que gritava “lobo”. Falsas denúncias de assédio, atrapalham vítimas reais de assédio. Falsas denúncias de discriminação fazem que verdadeiros casos sejam postos em dúvida. Ao contrário do que se diz, a fanfic não “chama a atenção para a questão”, ela desvia essa atenção. A vítima de racismo sempre será suspeita de estar inventando ou ter objetivos menos nobres por trás de sua denúncia.

imageMuitos irão dizer que criminalizar a fanfic é mais uma interferência do Estado e das leis em questões de comportamento, mas a realidade é que o Estado já está interferindo. Hoje um comentário racista pode colocar uma pessoa na cadeia. Um ato de homofobia pode levar a um boicote e até multa a um estabelecimento. Se estamos dando tanto poder para quem denuncia, temos que ter a contrapartida dando poder de punição a quem denuncia falsamente.

image

Compartilhar